Como Pensar Fora da Caixa

Tempo de leitura: 5 minutos

A primeira coisa que podemos dizer a respeito da criatividade é que existem muitos mitos sobre ela, como por exemplo:

 

-Já se nasce criativo
-Criatividade é um dom
-Poucas pessoas são criativas
-Não sou criativo

art, blueprint, brainstorming

Posso afirmar que todos nós temos a capacidade de sermos criativos. Isso mesmo! Eu, você, seus familiares, amigos e vizinhos. Diferente do que se prega por aí, a criatividade não é um dom, ou uma característica mágica que pertence a poucos mortais.

 

A criatividade pode ser desenvolvida, ampliada e principalmente treinada a partir de três pilares:

 

  1. Curiosidade

Man Wearing Black and White Stripe Shirt Looking at White Printer Papers on the Wall

Podemos dizer que um dos principais mecanismos de treinamento da criatividade é o desenvolvimento da curiosidade saudável. Ela aguça nossos pensamentos e sentidos, nos faz imaginar como seria determinada situação de outra maneira, de outro jeito, através de novos olhares. Quando somos curiosos, acabamos descobrindo novos caminhos e modos diferentes de fazer a mesma coisa: “como será que ficaria esse prato com outros temperos?”, ou “como seria aprender a falar um novo idioma?”. Ser curioso é se permitir descobrir constantemente.

  1. Experimentação

Boy in Blue and White Shirt Playing Near on Body of Water With Boy in Red Shirt

Olhe para as crianças: elas brincam, falam, perguntam, tocam, correm, brincam e experimentam o mundo ao seu redor, sem medo de críticas ou de parecerem ridículas. Quando crescemos, acabamos perdendo essa vontade de experimentar o mundo, nos tornamos rígidos e paramos de “brincar”, o que, aos poucos, vai minando nossa criatividade. Tente, todos os dias, experimentar algo novo, pode ser uma nova cor de roupa, um outro modelo de sapato ou até mesmo conversar com uma pessoa diferente. Experimentar é fundamental para desenvolver a nossa criatividade.

 

  1. Inovação

Man Wearing Gray Jeans

Inovar é querer trazer melhorias para você mesmo e para o seu entorno, pensando em novas soluções para velhos problemas. Um grande exemplo é a ONG paulistana Doutores da Alegria, que começou a inovar há 26 anos, levando palhaços para divertir o dia a dia de pacientes de centenas de hospitais da capital paulista. Poderiam ter se conformado com afirmações como “hospital não é lugar de palhaço”, mas, ao invés disso, foram totalmente contra o fluxo, e hoje são fonte de alegria e esperança para muitas crianças e adultos hospitalizados. Inovar é pensar fora da caixinha e ter a coragem necessária para enfrentar e vencer preconceitos.

 

Criatividade é resolver problemas

company, concept, creative

Em que momentos de nossas vidas mais desenvolvemos a nossa criatividade? Nos momentos de crise, de tensão, de transformação, durante aquelas situações em que você se vê sozinho e precisa se virar, quando tudo aquilo que você conhecia e acreditava falhou e fracassou, e você se vê obrigado a trilhar novos caminhos.

 

Isso pode acontecer em diversos setores da vida: sua área de atuação está saturada e você precisa criar uma nova profissão, sua forma de se relacionar está te deixando infeliz e você precisa tentar algo novo, sua crença de que a vida é difícil está te trazendo muito stress e você precisa começar a viver de maneira mais leve.

 

Quantas pessoas transformam totalmente as suas vidas em época de crises financeiras, e passam a ganhar o dobro ou até o triplo do que ganhavam antes da crise? Resolver problemas faz a gente se reinventar, e com isso crescemos, evoluímos e nos tornamos pessoas muito melhores. Por isso, não tema os problemas, eles são oportunidades fantásticas de nos desenvolvermos por dentro e por fora.

 

Conheça o Pensamento Lateral

 

Esse conceito foi criado pelo pesquisador Edward de Bono, da Universidade de Oxford, e trata-se basicamente de pensar fora da caixinha, e procurar soluções diferentes para solucionar uma questão.

Think outside of the box

Imagine que você está procurando água em um terreno, você começa a cavar um poço e insiste nesse buraco, cavando cada vez mais fundo, sem, entretanto, encontrar uma gota de água sequer. Nessa situação, usar o pensamento lateral seria algo como cavar outros buracos, em outros lugares do terreno, para então aumentar as suas possibilidades de encontrar a tão sonhada água, em vez de insistir em cavar apenas num único lugar.

Trata-se de considerar a seguinte premissa: se o caminho que você escolheu não está te levando a lugar nenhum, é hora de mudar de direção.

 

Desenvolvendo o Pensamento Lateral

Para desenvolvê-lo, é importante começar a mudar nossa forma de pensar e criar o hábito de dar atenção a ideias aleatórias. Como na famosa ilustração da história O Pequeno Príncipe: enquanto algumas pessoas viam apenas um chapéu, alguém mais criativo poderia ver um elefante sendo engolido por uma serpente.

 

Resultado de imagem para pequeno principe elefante cobra

 

Desenvolver a criatividade é uma tarefa diária, precisamos reprogramar a nossa mente para criar novos focos de atenção, e dar asas à nossa imaginação. Sair da nossa zona de conforto e partir rumo ao desconhecido pode até não ser inicialmente muito confortável, mas é essencial para o nosso crescimento e desenvolvimento pessoal.

 

“Todos estão rodeados de oportunidades. Mas estas apenas existem quando são vistas. E apenas serão vistas se as procurarmos.”

Edward de Bono.

 

O Método 3Ms pode te ajudar a pensar fora da caixinha, e a se tornar a pessoa que você
deseja e merece ser.
Siga meu canal no Instagram e Facebook e fique por dentro de nossa programação de cursos e palestras para alta performance.

 

Grande abraço,

Lucas Calônego.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *